Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

justsmile

Qui | 18.05.17

A Esposa Minúscula (6/20)

O número de páginas de um livro nunca tem relação directa com o impacto das suas palavras no leitor, 'A esposa minúscula' é a prova disso. Um livro pequeno que se lê praticamente de uma só vez (apesar de ter demorado duas semanas de tanto trabalho com que ando), mas que deixa o leitor a pensar e a medir as suas prioridades na vida. Este livro levou-me às fábulas, que já não lia desde a minha infância, mas relembrou-me do porquê das fábulas serem tão poderosas.

Tudo começa com um assalto, em que o ladrão em vez de exigir dinheiro ou ouro, exige os pertences mais queridos de cada um dos presentes. Cada um dá um pouco de si ao ladrão, lembranças, conquistas e até objectos sem os quais não sabem viver. É só depois do assalto que as coisas começam a ficar estranhas, uns viram doces, outros virão a sua tatuagem virar um animal de verdade e outros simplesmente começaram a encolher a cada dia que passava. David conta a história da sua esposa que a cada dia que passava ficava cada vez mais pequena, e é ao longo deste conto que David partilha também as história de todos os que estiveram presentes no assalto.

É um livro pequeno que passa uma poderosa mensagem. De que temos de enfrentar os nossos medos e que temos de valorizar as pessoas que estão a nosso lado, demonstrar a importância que têm na nossa vida. É um livro minúsculo, tal como a pequena esposa de David, mas com uma história tão grande como a sua moral.

Um bom livro!