Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

justsmile

Seg | 13.03.17

Vamos dar o nó #4 Em busca do fotógrafo perfeito

Eu e Ele temo-nos dedicado a preparar o casamento passinho a passinho, uma coisa de cada vez e sem muito stress. Apesar do que nos teimam incutir, ainda temos muito tempo. Depois da Quinta reservada, e já com sinal dado, decidimos ir em busca do fotógrafo perfeito para este dia.

Vamos já aqui admitir, eu e Ele não somos as pessoas mais fotogénicas do mundo. Longe disso! Aliás, de todas as viagens que fizemos, de todas as fotografias que temos ao longo dos três anos de namoro, aposto com vocês que apenas temos uma mão cheia de fotografias em que ambos ficamos bem. Eu não tenho paciência para estar tempos infinitos em frente à câmara a tentar uma e outra selfie até acertar na melhor, Ele tem o dom de ficar de olhos fechados, de dizer que ficou com 'cara de cromo' que tinha os olhos com muito sono e uma outra tanta infinidade de desculpas para que a fotografia não tenha ficado bem. Ora, com duas pessoas assim pensar no fotógrafo para o casamento é um dos nossos maiores dramas. Pensar em tirar tantas fotografias no mesmo dia é quase considerado um momento de pânico. Dizerem-nos que temos de treinar os nossos melhores sorrisos e qual o melhor lado para as fotografias é algo impensável para alguém como nós, que adora fotografias mas que as dispensa tirar.

Então, andamos em busca de um fotógrafo que não seja o tradicional das poses. Eu e Ele, não queremos, nem podemos ter um fotógrafo que nos diga 'Agora assim, agora põe o braço na mão dele, agora levanta o pé'. Juro-vos que isto não pode ser para nós, eu ia ficar aborrecida por estar ali a fazer pose surgindo sempre pelo meio um sorriso amarelo e Ele, aposto com vocês, que nunca iria ficar satisfeito com a fotografia final (conheço tão bem o meu homem!). Sendo assim, andamos em busca dos fotógrafos perfeitos à nossa imagem, que não exijam muito de nós, que captem o momento e tentem o maior número de fotografias naturais que conseguirem. A estas exigências todas ainda pedimos um orçamento simpático e é aí que descamba tudo. Nunca, mas nunca pensei que os valores para fotógrafos de casamento fossem tão caros. E quando não o são as fotografias não são propriamente a coisa mais apelativa aos nossos olhos. Eu sei que também somos uns esquisitos de primeira (vá, Ele mais que eu), mas poderiam haver preços mais amigos para fotojornalistas (ah pois é, preparar casamentos aumenta-nos o vocabulário!). A isto tudo ainda podem acrescer o vídeo, algo que eu dispensaria, mas que Ele faz questão de ter, o que ainda torna mais difícil a escolha, pois os gostos d'Ele são ainda mais requintados que os meus.

Ando à cerca de duas semanas a ver fotógrafos na internet, ainda não tive coragem de enviar emails para nenhum, mas sinceramente parece que nenhum nos enche as 'medidas'. Tenho passado horas a ver fotografias de casamentos de pessoas que nem conheço, por aqui e por ali vamos encontrando um ou outro conhecido nas fotografias, vamos tirando uma ou outra ideia para o nosso próprio casamento e esse tem sido o lado positivo de todo este processo de selecção. No entanto, começo a cansar-me. Espero que em breve a coisa seja resolvida e que tenha uma epifania como tive com a Quinta 'oh, ao vivo é muito mais bonita do que poderia imaginar'.

Desejem-me paciência.

 

Aceitam-se sugestões!