Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

justsmile

Seg | 27.02.17

Vamos dar o nó #3 Isto de ser noiva...

 

Isto de estar noiva tem muito que se lhe diga, principalmente pelo termo em si que ainda parece não ter encaixado na minha consciência 'ser noiva, estar noiva'. Apercebi-me disso quando no sábado, na nossa saga em busca da câmara instantânea, Ele cruzou-se com um colega de trabalho. Coisa perfeitamente normal, Ele passa a vida a cruzar-se com conhecidos de cada vez que saimos para algum lado, falaram de trabalho e antes do colega se despedir pergunta com um sorriso malandro 'Então, já estão noivos?'. Eu instantâneamente, sem motivo aparente, fiquei vermelha que nem um pimento e Ele apenas se riu e disse que sim, desde a semana anterior que era oficial. Não sei o porquê do meu embaraço, mas dizer a palavra 'noiva' ainda me parece algo bastante surreal. Aos bocadinhos tenho vindo a consciencializar-me, a contar a mais este e àquele, mas continua a ser uma coisa bastante estranha. É estranho pertencer a um grupo de noivas do Facebook e aperceber-me que sou das que ainda tem as coisas menos definidas, é estranho ver que todas (mesmo as que casam depois de mim) já têm mil e quinhentas coisas idealizadas e eu e Ele, pensamos que 'Pelo menos já temos a quinta!', já não é nada mau!

Apesar desta sensação estranha de estar noiva, tenho deixado as coisas rolarem e estou a dar por mim a ver o tempo passar mais rápido do que seria esperado. Decidimos desde o início que tudo será feito pelas nossas mãos, convites, marcadores de mesa e se possível até as ofertas. Queremos dedicar-nos ao nosso dia com amor e carinho e com um pedacinho de nós, das nossas mãos. Mais que uma questão financeira é uma questão de partilharmos o que é nosso, é entregarmo-nos a este dia com tudo aquilo que podemos dar. Já me sugeriram decoradoras, locais para mandar fazer os convites e até para as ofertas, mas a verdade é que queremos que tudo seja pessoal, seja tudo um pedacinho de nós. Aos poucos começamos a formar as ideias na nossa cabeça, ontem escolhemos a renda e o papel para os convites, já escolhemos um dos momentos 'diferentes' da festa e até já começamos a pensar nas flores. Nada ainda está materializado, nada ainda está na prática, mas aos bocadinhos, por muito estranho que pareça chamarem-me de noiva, começamos a caminhar nesta viagem que me anda a deixar entusiamada.

Isto de estar noiva, ser noiva, tem muito que se lhe diga!